Rede Voltaire

Tentativas de assassinato de Assad e negociações israelenses

+

De acordo com um funcionário anônimo, amplamente citado na imprensa israelense (israelita-pt), o General Aviv Kochavi (Diretor da Inteligência militar de 2010 a 2014 e futuro chefe do Estado-Maior do Tsahal) teria organizado várias tentativas de assassinato contra o Presidente eleito da Síria, Bachar al-Assad.

O General Kochavi (foto) estimava que a morte de Assad teria permitido ao Tsahal (FDI-ndT) invadir a Síria e aí destruir as instalações iranianas.

Pelo contrário, o Diretor do Mossad, Yossi Cohen, teria tentado negociar com a República Árabe Síria, considerando que sua queda teria fomentado o caos.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.