O príncipe saudita Al-Walid Ben Talal (a 5a maior fortuna do mundo) declarou a 22 de novembro de 2013 à Bloomberg TV:
«A Arábia Saudita, os árabes e os muçulmanos sunitas aprovam um ataque israelita contra o Irão(Irã-Br) para destruir o seu programa nuclear (...) Os sunitas apoiariam este tipo de ataque já que são hostis aos xiitas e ao Irão (...)a Arábia Saudita, os árabes e os muçulmanos sunitas não expressam publicamente esse apoio mas salientam-no nos encontros secretos (...) Os árabes estimam que o perigo que os ameaça vem do Irão, não de Israel.» [1]

A que reuniões secretas se refere o príncipe Al-Walid Ben Talal?

Thomas Friedman, jornalista do New York Times, revelou ter participado, em fins de novembro de 2013, numa reunião do Conselho de Segurança do Golfo, realizada no Abu Dabi, reunião na qual o presidente de Israel Shimon Peres interveio via Livestream a partir do seu gabinete em Jerusalém.

Na sua intervenção, o presidente israelita descreveu o perigo que representaria – segundo ele– um possível acordo entre o grupo 5+1 e o Irão. Nenhum dos ministros que participavam nesse encontro abandonou a sala durante o pronunciamento do presidente de Israel, que foi além do mais muito ovacionado.

Numerosos ministros de Relações Exteriores(Negócios Estrangeiros-Pt) do mundo muçulmano estavam presentes na sala. Entre eles achavam-se pelo menos:
- Abdallah ben Zayid Al Nuhayyan (Emiratos Árabes Unidos)
- Anifah Aman (Malásia)
- Khalid ben Ahmad ben Muhammad Al Khalifa (Bahrein)
- Dipu Moni (Bangladesh)
- Raden Mohammad Marty Muliana Natalegawa (Indonésia)
- Qaboos ben Said Al Said (Omã)
- Abu Bakr Abdallah al-Qirbi (Catar)
- Sabah al-Khalid al-Hamad al-Sabah (Koweit)
- Um filho do rei Abdallah (Arábia Saudita)

Além de Thomas Friedman, estavam também, ainda, presentes,:
- Terje Rod-Larsen, subsecretário geral da ONU, encarregue do processo de paz no Médio-Oriente
- Martin Indyk, enviado especial do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para as negociações israelo-palestinas

Tradução
Alva

[1] “Iran Is Playing Obama, Says Savvy Saudi Prince” (Inglês- O Irão joga com Obama, diz entendido príncipe Saudita-ndT), por Jeffrey Goldberg, Bloomberg TV, 22 de novembro de 2013.