JPEG - 57.2 kb

Na sequência da atitude dos países do G7 em relação ao «caso Navalny» declaramos o seguinte.

Exigimos com veemência que a Alemanha apresente as informações relativas ao exame médico de Alexey Navalny, nomeadamente as informações sobre o exame bioquímico, conforme o pedido oficial do Ministério Público da Federação da Rússia para uma achega jurídica e formulado em 27 Agosto de 2020. A despeito dos nossos pedidos, Berlim não achou possível reagir ao mesmo rapidamente e de maneira construtiva.

A ausência das informações mencionadas não permite às competentes autoridades russas recorrer a todos os mecanismos processuais a fim de estabelecer as circunstâncias dos factos. Estando consciente, aliás, que o inflamar da histeria em torno deste assunto só pode ir em crescendo.

Salientamos que os médicos russos propõem também estabelecer um diálogo estreito com os colegas alemães a fim de debater as informações de que dispõem a Rússia e a Alemanha sobre o estado de saúde de Alexey Navalny. Infelizmente, a parte alemã trava este processo.

Paralelamente, sobre o pano de fundo desta abordagem não construtiva das autoridades alemãs, prosseguem os ataques infundados contra a Rússia. A vasta campanha de desinformação indica claramente que o objectivo principal dos seus autores não é a preocupação com a saúde de Alexey Navalny, e a descoberta das verdadeiras razões da sua hospitalização, mas, sim a mobilização de desculpas para sanções.

Tradução
Alva