Rede Voltaire

Bahaa Hariri visitou secretamente Bashar al-Assad

+

Segundo o Lebanon Debate, Bahaa Hariri, meio-irmão do Primeiro-ministro libanês, teria secretamente visitado o Presidente sírio, Bashar al-Assad [1].

Bahaa Hariri não sucedeu ao seu pai e deu o lugar ao seu irmão mais novo, Saad, que é, na realidade, o bastardo de um príncipe saudita. Durante toda a guerra contra a Síria, Bahaa absteve-se de atacar a República Árabe Síria.

O empresário não representava o seu meio-irmão, mas, sim os interesses Jordanos e do Golfo. Durante nove meses, não foi possível formar um governo libanês e Saad Hariri despacha apenas os assuntos correntes.

Baha chegou a Damasco num avião particular vindo de Paris Charles-de-Gaulle.

O encontro durou mais de duas horas e teve a ver com a reconstrução da Síria. Foi um encontro muito caloroso, lembrando os dois homens a amizade do falecido Rafiq Hariri e do Presidente sírio (embora mais tarde este tenha sido falsamente acusado de tê-lo mandar assassinar).

A Arábia Saudita, da qual Bahaa Hariri possui também a nacionalidade, deverá investir US $ 100 milhões de dólares na reconstrução.

O Presidente al-Assad lembrou que as personalidades, corporações e Estados que conspiraram contra a Síria não poderão participar na sua reconstrução, o que deixa em aberto o papel dos intermediários libaneses.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.