A revista alemã Focus conseguiu consultar um relatório secreto da OTAN sobre a operação militar russa na Síria [1]. Segundo este documento os aviões russos, embora menos numerosos que os da Coligação ocidental, obtêm melhores resultados. Isto seria explicado tanto pela superioridade tecnológica do Sukhoi Su-35 como pela qualidade, e quantidade, de Inteligência recolhida pelo Exército Árabe da Síria.

Muitos relatórios sublinham, desde há cinco meses, a superioridade das Forças Armadas da Rússia sobre as da OTAN em matéria de guerra convencional. Restam apenas David Cameron e François Hollande a afirmar que «a OTAN continua a ser a aliança militar mais forte no mundo» [2].

Tradução
Alva

[1] «Russland ist Nato-Kräften in Syrien überlegen» («Rússia é superior ás Forças da Nato na Síria»- ndT), Josef Hufelschulte, Focus, 5. März 2016.

[2] « Déclaration franco-britannique sur la sécurité et la défense » («Declaração franco-britânica sobre Segurança e Defesa»- ndT), Réseau Voltaire, 3 mars 2016.