Rede Voltaire

O Iraque bombardeou comboio do Daesh contra opinião dos Estados Unidos

+

No seguimento da batalha de Faluja, um comboio de cerca de 500 veículos permitiu aos combatentes do Emirado Islâmico (Daesh) fugir da cidade para a Síria.

O Pentágono recusou bombardeá-lo com a desculpa que se tratava de veículos civis, e que provavelmente transportavam as esposas e filhos de alguns jiadistas.

O exército iraquiano no entanto decidiu bombardeá-lo, destruindo mais de 200 veículos e matando os seus ocupantes.

Os militares iraquianos estão convencidos que o Pentágono tinha recebido instruções para deixar escapar os conselheiros da CIA que enquadram os jiadistas.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.