Rede Voltaire

Quem se esconde por trás do Egípcio Mohamed Aly?

+

Algumas centenas de Egípcios manifestaram-se contra a suposta corrupção do Presidente Abdel Fattah al-Sisi a apelo de Mohamed Aly. As manifestações foram interditas e deram origem a 74 detenções, segundo a AFP. A maioria dos cidadãos detidos são conhecidos pelos seus laços com a Confraria dos Irmãos Muçulmanos.

Mohamed Aly Aly Abdelkhalek é originário de Gizé. Ele foi campeão de luta, actor e promotor imobiliário por conta do exército. Hoje em dia está exilado em Espanha.

Mohamed Aly saiu do anonimato em Julho de 2019, no Luxemburgo, como um dos premiados com o Prémio da Paz atribuído pela Schengen Peace Foundation (foto) ; uma nova e muito estranha fundação, presidida pelo muito suspeito homem de negócios Dominicus H. Rohde.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.