Rede Voltaire

O Iraque na encruzilhada

+

A coligação laica de Moqtada al-Sadr exigiu desculpas e a demissão do seu ex-aliado, o Primeiro-ministro iraquiano Haider al-Abadi, em resposta aos tumultos em Bassorá.

Moqtada al-Sadr, muito embora sendo um líder xiita, promete uma política de independência face ao Irão e aos Estados Unidos, ao mesmo tempo, e uma estratégia de aliança com as outras componentes religiosas iraquianas.

O Primeiro-ministro Haider al-Abadi foi imposto conjuntamente pelos Estados Unidos e pelo Irão, em 2014, apesar da eleição democrática de Nouri al-Maliki. Ele comprometera-se a seguir a política dos EUA durante o seu próximo mandato e anunciara que iria aplicar as sanções de Washington contra Teerão.

O Aiatola Ali al-Sistani, a outra grande figura xiita do país, apelou à constituição urgente de um novo governo para resolver a crise.

Os distúrbios que acabam de eclodir em Bassorá têm causas antigas e uma causa nova : o envenenamento da água corrente, agora muito mais salgada para ser bebida. Eles custaram a vida a catorze pessoas. Bassorá é o pulmão petrolífero do Iraque. Independentemente da crise da água e dos serviços públicos, ela será, portanto, afectada pela decisão de seguir ou de rejeitar as sanções dos EUA contra o Irão. É também uma cidade com uma grande maioria xiita. No entanto, o consulado iraniano e uma delegação iraniana no aeroporto foram brutalmente atacados.

Estes acontecimentos surgem quando o governo iraniano de Hassan Rohani parou de esperar pela ajuda europeia e toma à letra as sanções impostas pelo Presidente Trump. Ele acaba de se juntar aos Guardiões da Revolução para reforçar as suas posições militares no estrangeiro.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.