Os Estados Unidos retiram sua defesa antiaérea do Oriente Médio Alargado. A Arábia Saudita, o Iraque, a Jordânia e o Kuwait são já visados pela retirada dos mísseis Patriot e a Arábia Saudita pelo sistema Thaaad (Terminal High Altitude Area Defense) [1].

O novo Embaixador de Moscou (Moscovo-pt) no Iraque, Elbruz Kutrashev (antigo encarregado de negócios na Síria) [foto], propôs assumir a substituição e equipar o país com S-400 russos, tal como a Síria. Eles poderão ficar operacionais em 2025.

Tradução
Alva

[1] “U.S. Speeds Military Withdrawal In Mideast”, Gordon Lubold, Nancy A. Youssef, Michael R. Gordon, Wall Street Journal, June 19, 2021.