Rede Voltaire

A Grécia detecta chegada em massa de jiadistas

+

Enquanto a chegada de jiadistas, misturada com o fluxo de imigrantes entrando na União Europeia pela Grécia, era até agora anedótica, o alerta acaba de ser lançado contra uma chegada mais massiva.

Desde a assinatura do acordo entre a Rússia e a Turquia em Sochi, mais de 1.000 combatentes do Daesh (E.I.) e da Alcaida foram secretamente exfiltrados de Idlib pelo Millis Ishbarat Tekilati (Serviços Secretos turcos).

A polícia grega detectou pelo menos 120 jiadistas entre os novos imigrantes, inclusive no campo de Moria, na ilha de Lesbos.

Esses indivíduos não aparecem na lista de 5.000 jiadistas que está disponível para as autoridades europeias. Eles acabaram identificados graças às denúncias de outros migrantes que foram suas vítimas na Síria e no Iraque.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.