Rede Voltaire

Valentin Vasilescu

Perito militar. Antigo comandante-adjunto da base aérea militar de Otopeni.

 
 
 
 
 
 
 Por que os Estados Unidos estão de repente se retirando da Síria? Bucareste (Roménia) | 21 de Dezembro de 2018
A Força Aérea dos EUA está condenada à derrota se confrontar-se com o Exército Árabe Sírio o qual, agora, tem em sua posse materiais antiaéreos russos, os melhores do mundo. A única opção viável dos EUA é retirar-se, poupando-se de humilhações.
A história está-se repetindo. Uma vez antes, no Iraque, os Estados Unidos haviam usado combatentes curdos, prometendo-lhes um Estado, antes de deixá-los ser massacrados por Saddam Hussein. Hoje, os EUA deixam outros curdos, a quem também prometeu um Estado, a enfrentar a Turquia sozinhos. Em poucos meses a guerra terá acabado. Após oito anos de lutas e dezenas de milhares de mercenários islâmicos sacrificados, o sonho da OTAN de destruir as estruturas de Estado da Síria terá falhado.