Rede Voltaire

O Tribunal Interno da ONU declara que Londres e Washington ocupam ilegalmente a base de Diego Garcia

+

O Tribunal Internacional de Justiça, acionado pela Assembleia Geral da ONU em 22 de Junho de 2017, declarou, a 25 de Fevereiro de 2019, que a independência da ilha Maurícia, em 1968, foi truncada pelos Britânicos que dela ilegalmente dissociaram o arquipélago de Chagos.

A Corte (Tribunal-pt) de Justiça estabeleceu que o processo de descolonização (1965-1968) violou as resoluções pertinentes da Assembleia Geral (nomeadamente a Resolução 1514, que proíbe o desmembramento de um território a ser descolonizado).

O Reino Unido deportou toda a população destas ilhas a fim de alugar esse território aos Estados Unidos para que aí instalasse sua base de Diego Garcia. Agora, ele abriga uma base aeronaval americana e uma base de interceptação (Echelon) dos «Cinco Olhos» .

No Direito Internacional, as compensações financeiras oferecidas pelo Reino Unido aos habitantes de Chagos não podem compensar sua perda de soberania.

Cabe à Assembleia Geral fixar as modalidades para o retorno do arquipélago às Maurícias.

Tradução
Alva

Rede Voltaire

Voltaire, edição internacional

Este artigo encontra-se sob licença creative commons

Poderá reproduzir livremente os artigos da Rede Voltaire desde que cite a fonte, não modifique o conteúdo e não os utilize para fins comerciais (licença CC BY-NC-ND).

Apoiar a Rede Voltaire

Utilizando este site poderá encontrar análises de elevada qualidade que o ajudarão a formar a sua compreensão do mundo. Para continuar com este trabalho necessitamos da sua colaboração.
Ajude-nos através de uma contribuição.

Como participar na Rede Voltaire?

Os participantes na rede são todos voluntários.
- Tradutores de nível profissional: pode participar na tradução de artigos.